Uncategorized

Pode Misturar

Essa minha mania de comer (muito) vem desde a infância. Era do tipo que, quando não estava comentando da comida, estava comendo. E veja que ironia: hoje juntei tudo e fiz um blog pra falar de comer.

Meu apelido entre os tios era “Sete Mesinhas”. Eles diziam que, se a refeição me fosse servida sete vezes, sete vezes eu comeria. Acho que sete era exagero, mas duas eu dava conta com certeza!

Na escola primária, ia de carona com dois amigos, Pedro e Vítor, que moravam no apartamento em frente ao meu. Comia um pão com queijo, bebia um copo de suco e ia pra casa deles. Normalmente, estavam sentados à mesa ainda, reunidos em família para a primeira refeição do dia. Lembro que eu achava linda aquela mesa cheia de coisas gostosas de café da manhã. Não por fome, mas pela emoção (cof! cof!), sentava com eles e comia de novo. Mainha ficava louca, claro, preocupada se os vizinhos iam achar que eu passava fome em casa. Tadinha!

Além da quantidade, sempre gostei de misturar sabores, texturas e descobrir que coisas aparentemente esquisitas, podem dar certo.

A primeira descoberta, a clássica, foi brigadeiro com Doritos. As amigas reclamaram, mas depois se renderam e esse virou quase que nosso lanche preferido para as tardes de fofoca na adolescência. Até hoje como assim, à revelia dos mais conservadores.

Junte os dois como se faz com nachos e molho. Você não vai se arrepender!
Junte os dois como se faz com nachos e molho. Você não vai se arrepender!

Com meu tio Totó, aprendi a comer feijão com farinha e açúcar. Delícia! Perfeito para acompanhar as carnes de uma boa feijoada. Apaixonada por maionese, também arrisco umas gotinhas no feijão (sem o açúcar e a farinha, neste caso), que fica mais cremoso e bem gostoso.

Das minhas misturas estranhas, ainda destaco lasanha com farinha: uma lição de amor, aprendida com minha sábia Vó Naia. Com farofa fica melhor ainda!

Contrariando as raízes em prol do intercâmbio cultural, por incrível que pareça, acarajé (sem recheios) com ketchup também vai bem. Acredite!

Como é bom!
Como é bom! Foto: Milene Souza

Nem acredito que achei essa foto no Google. Vó, não estamos sós!!

Anúncios

Um comentário em “Pode Misturar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s