Dicas · Receitas

Filé de maminha flambado: regalias de uma sexta à noite.

O último capítulo da novela cair bem numa sexta-feira chuvosa é uma ótima justificativa para fazer o seu namorado preparar o jantar. E sou muito da sortuda: o meu é retado na cozinha e, como eu, adora inventar, testar, misturar! Só que ele acerta mais.

A boa da noite foi um Filé de Maminha Flambado. Uma carne bem macia, suculenta, dourada por fora e rosinha por dentro. De-li-ci-o-sa. A emoção gastronômica foi tanta que fotografei tudo pra dividir com vocês. 🙂

Corte a maminha em fatias grossas, com uma espessura de dois dedos mais ou menos. Isso, é claro, se você não foi mais esperto e comprou a maminha já fatiada! Bem, tempere com sal, alho e pimenta a gosto. Assim, ó:

Dica: faça cortes leves na carne em X, de um lado e do outro, para que o tempero entre e ela não fique tão sem sal por dentro.
Dica: faça cortes leves na carne em X, de um lado e do outro, para que o tempero entre e ela não fique tão sem sal por dentro.

Numa frigideira, derreta manteiga (é…é gordo mesmo) e frite a carne até dourar um pouco.

Antes
Antes
Depois
Depois

Agora é a hora da emoção. Vamos flambar a carne! Afaste a frigideira do fogão e coloque Vinho do Porto (não precisa ser muito, pra você não tacar fogo na casa). COM CUIDADO (tá todo mundo prestando atenção, né?), vire a frigideira de modo que o caldo com vinho pegue no fogo. Aí, plim! O fogo entra na panela e flamba a sua carne. É quase The Flash, ele sobe e desce bem rapidinho… é só o tempo de tomar um sustinho e acaba.

Isso é o que acontece quando você coloca pouco vinho.
Isso é o que acontece quando você coloca pouco vinho.
Isso é o que acontece quando você coloca um pouco de vinho a mais.
Isso é o que acontece quando você coloca um pouco de vinho a mais.

Pra ficar ainda melhor, tire a carne da frigideira e adicione uma colher de chá de fécula de batata ao molho para engrossar um pouco. Depois, regue a carne com a mistura.

Assim, com sanguinho, fica cruelmente bom.
Assim, com sanguinho, fica cruelmente bom.

Para acompanhar, aproveitamos um arroz branco que estava esquecido na geladeira. Douramos alho e cebola na manteiga (é isso mesmo, mais manteiga!) e fritamos o arroz (já cozido). Caprichamos com alguns temperinhos, pra dar aquele toque tooooodo especial.

Um pouquinho de cada, pra não virar bagunça.
Um pouquinho de cada, pra não virar bagunça.

Pronto. Depois disso é servir e partir pro abraço!

foto (20)

Faça e me conte! 🙂

Anúncios

4 comentários em “Filé de maminha flambado: regalias de uma sexta à noite.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s